sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Ligacao internacional para o Brasil

Amados(as) intercambistas de coracao cortado por saudades de casa:
Para quem esta pagando caro nos telefonemas ao Brasil, no site CallingCards conseguimos encontrar cartoes telefonicos por 10 dolares/8 horas de conversa para telefones convencionais.
O endereco eh esse:
http://www.callingcards.com/

Muita gente tem me perguntado como eu faco para falar com meus parentes no Brasil de forma mais economica, entao fica ai a dica. Qualquer duvida eh soh me escreverem: brunnahf@gmail.com
Aquele abraco

Serie: Viajando sozinha para CHICAGO - parte 9 - final

Comentarios gerais - ainda SEXTA-FEIRA - NOITE

No Hostelling International Chicago - HI Chicago rolam uns voluntarios de coracao nobre que fazem excursao gratuita pela noitada local com os hospedes. Vaaarias pessoas sozinhas. Galera culta, inteligente, simpatica, cabeca aberta.
Depois de jantarmos num lugar simpatico fomos ao inenarravel Kingston Mines. O povo assiste ao show sentada, luxo total. Geral se empolgando quando eles cantaram "I feel good".
Em breve regressarei a Chicago.

Serie: Viajando sozinha para CHICAGO - parte 8

Comentarios gerais - SEXTA-FEIRA
Resolvi umas burocracias chatas de manha, mas as 10:00h ja estava livre, leve e solta na nas ruas de Chicago.
Perdi o cafe da manha do Albergue mas valeu a pena ir ao Starbucks da North Mishigan Avenue. Gente bonita e interessante senta pra beber um cafe (na verdade algo que eles pensam que eh cafe, mas depois falo sobre isso), ouvir boa musica, responder emails e bater papo...
Fiz um passeio de barco no Wendella Boats logo depois - ocasiao em que me acabei nas fotos da arquitetura da cidade. Frio tornando minhas maos rosadas.
Depois desse passeio sai numa caminhada insana catando o Sears Tower, que agora mudou de nome para Willis Tower mas ta beleza. Nisso dei de cara com o inesquecivel Millenium Park e mais outra batecao de fotos. Encontrei um irmao em Cristo muito simpatico distribuindo camisetas e Biblias em frente ao Bean, que eh a escultura de um feijao gigante em um metal.
Quando a bateria da minha camera acabou fui recarregar num restaurante - The Gage. Excelente sopa de batatas e pra acompanhar cerveja imported from Mexico: Negra Modelo - Dark Beer.
A essa altura do campeonato eu ja estava impressionada demais com a quantidade de gente bonita em Chicago.
Depois de lah realizei meu sonho de conhecer o Sears Tower e a noite mais show de blues...

Serie: Viajando sozinha para CHICAGO - parte 7

Comentarios gerais sobre o Dia 1 - QUINTA-FEIRA:
ART INSTITVTE CHICAGO
Apesar de nao entender nada sobre arte, lah fui eu tentar burlar os vigilantes patrimoniais para conseguir umas fotinhas perto de quadrinhos bonitinhos.
Um bonde gigante pagando pau de intelectual nas galerias dos pintores mais conhecidos - Renoir, Edouard Manet, Claude Monet, Camille Pissarro e Cia. Minha trilha sonora no mp3: Gaiola das Popozudas. Vontade de socar a cara do horroroso de oculos cafona que deu pulinhos em frente ao Madame Leon Clapisson, do Renoir. Na minha opiniao essa pintura nao passa da foto de uma pessoa com cara de cafetina e quem quiser pagar uma de defensor da arte e me esculhambar podem lotar minha caixa de emails que eu ai que eu vou me emplogar e avacalhar todos os quadros de pintores famosos.
Como eu acho o ser humano algo patetico, mas tudo bem.

SHOW DE BLUES - Buddy Guy's Legends
Chicago eh O lugar do blues.
Na primeira noite fui ao famoso Buddy Guy's Legends. O gerente do bar me contou que os caras estarao no RJ em novembro...Super indico aos meus amigos cariocas...
Enfim, os bares de blues em Chicago sao tipo os bares de pagode no RJ....A banda toca a noite inteira freneticamente sem parar.
Entao estava eu de patroa numa mesa. Daih que chega uma americana simpatica com dois amigos que pedem pra dividir a mesa comigo. Oquei. Segunda caridade do dia - Let's share the table. Sou legal.
Tarde da madrugada eu ja estava contente demais devido a boa qualidade da musica e da cerveja e regressei caminhando e saltitando ate o albergue.
Ninguem nesse planeta tem o direito de morrer sem assistir um show de blues em Chicago. Ninguem.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Serie: Viajando sozinha para CHICAGO - parte 6

RESUMAO DO ROTEIRO

De tao cansada que fiquei uma amiga comentou que me achou triste em algumas fotos. Ra.
Eu tinha menos de 04 dias para passear e Chicago eh uma cidade muuuito grande, entao precisei correr feito uma louca para conseguir fazer o maximo de coisas em um minimo de tempo.
Dia 01
Cheguei de tarde. Consegui almocar, ir ao museu de artes e a noite a um show de blues....
Dia 02
Acordei bem cedo e corri ao consulado brasileiro para conseguir um documento, o que nao tomou nem uma hora do meu dia e depois fui fazer um passeio de barco... Depois do passeio de barco fui no famoso Millenium Park, que eh um parque liiindo no meio da cidade e bati fotos sensacionais lah toda molhada de chuva. Nisso a bateria da minha camera acabou e eu falei "AAAAAi Senhor! O que eu faco?????". Entao olhei para o outro lado da calcada e tinha um restaurante (Gage) lindo onde almocei e pedi pra moca da recepcao carregar minha camera. De la corri para o Sears Tower, que era o sonho da minha vida conhecer. Pra quem nao sabe eh um predio de 103 andares onde no topo tem uns mirantes como se fossem uns boxes de vidro, o chao eh de vidro, as paredes, tudo. Eh a coisa mais linda do mundo. Nesse mesmo dia voltei ao hotel e ao passar pela recepcao vi que um morador de Chicago que trabalha no albergue como guia voluntario estava levando um monte de gente para jantar fora e depois assistir um show de blues no famoso Kingston. Fui com eles e votei pro quarto antes das 02 da manha... Ufa!
Dia 03
Acordei cedo novamente e fui ao aquario, planetario, field museum, e corri ate o navy pier que eh relativamente perto mas precisa dar uma caminhada.
Corri de volta ao albergue, peguei minha mala e um taxi para me levar ao outro hotel em que eu iria passar a noite (precisei mudar de hotel porque fiz a reserva muito em cima da hora e o albergue em que eu estava antes nao tinha vaga na noite de sabado para domingo). Passei essa ultima noite em um hotel perto do aeroporto, onde nao tem muita coisa ao redor entao pensei: Deus! Eh minha ultima noite em Chicago entao pelo menos ao Bar do hotel eu tenho que ir para comer alguma coisa. Desci ate o bar do hotel e passei o final da tarde conversando com os outros hospedes, no dia seguinte logo cedo peguei o aviao e voltei para O'Fallon, mas cheguei mais cedo do que a minha "familia" que estava vindo de Vegas e iria me dar carona ate em casa. Entao sentei num restaurante dentro do aeroporto para almocar ate que eles chegaram. Entrei em casa por volta de 03 da tarde sem me aguentar em pe, deitei para dormir e soh acordei as 6:50 da manha do dia seguinte. Fim.
P.S.: prometo que depois dou uma melhorada nesse texto, hoje to sem tempo meeesmo.

Serie: Viajando sozinha pra CHICAGO - parte 5

Dica da titia: Eh logico que voces ja sabem disso mas soh pra relembrar - sempre que forem viajar comprem suas passagens com um milenio de antecedencia.
Como eu sou a mais desligada de todas as pessoas desligadas de todos os planetas comprei minhas passagens faltando 15 dias para embarcar e paguei quase o preco da minha vida para sentar no pior lugar do aviao. Para a alegria do meu coracao tava cheio de lugar vazio na hora do voo e consegui trocar de lugar pra ficar na janela - o que nao adiantou de p/n porque soh vi nuvens.
Beijo, aquele abraco e nao se esquecam de me ligar.

Serie: Viajando sozinha pra CHICAGO - parte 4

No aeroporto - II
Gente os policiais do Aeroporto de Saint Louis sao tao simpaticos que eu tava quase chamando a galera pra ir comer uma pizza depois do expediente. Pena que tive que ir viajar. Fim.

Serie: Viajando sozinha para CHICAGO - parte 3

No aeroporto - I
Na fila do check-in fiz a primeira caridade do dia permitindo que uma chinesa fedidinha e sua familia estranha passassem minha frente.
Na verdade eu estava doida para que eles fossem embora logo porque eu nao suporto ficar perto de gente que nao aprecia um banhinho. Alem do mais o nenem deles estava mexendo no ziper da mala de uma senhorinha chiquerrima que estava conversando comigo e eu estava de olho nele pra ver se a avo sujona nao estava usando a inocencia de um pobre bebe imundinho para se apoderar dos pertences da minha simpatica nova amiga. Fim.

Serie: Viajando sozinha para CHICAGO - parte 2

O legal de viajar sozinho(a) eh que voce fica mais dependente de DEUS e de quebra mais espertinho(a).
Quando voce tem a companhia de um amigo(a) ou parente, acaba nao se ligando a importantes detalhes porque afinal de contas seu companheiro(a) de viagem eh super antenado(a) e ja montou todo o roteiro dos lugares mais badalados pra voces conhecerem... Porem quando nao ha uma pessoa materializada ao seu lado voce precisa
1-Orar para: nao errar os caminhos/nao se perder; nao ser abusado(a) pelos taxistas; nao ser assaltado(a); conseguir chegar naquele ponto turistico que voce quer muito conhecer antes do horario de fechar; nao se sentir sozinho(a)...
2-quebrar limitacoes da sua personalidade que a companhia de alguem acaba mascarando. Por exemplo: Eu tenho vergonha/medo de falar ingles quando alguem que domina o idioma esta ao meu lado. Entao sempre alguem acaba roubando a minha voz ao falar as coisas por mim. Porem, sozinha, MILAGROSAMENTE super compreendi e super fui compreendida por tudo e por todos.
Viaje sozinho(a) uma vez na vida. Fica ai a dica.

Serie: Viajando sozinha para CHICAGO - parte 1

Na semana em que viajei sozinha para Chicago descobri que posso mandar todas as minhas amigas tomarem nos seus devidos...coracoes (com todo o respeito, menininhas! voces sabem o quanto amo cada uma) porque viajar sozinha eh sensacional. Nunca mais precisarei de seres humanos ao meu redor. Meus melhores amigos agora sao minha carteira de habilitacao americana e o Google. Lindos.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Teste de Direcao

Gente, soh Jesus mesmo pra me fazer passar num teste de direcao sem saber dirigir e sem saber falar o idioma em que o teste eh aplicado.
Primeira parte:
Fiz a prova escrita num computador. Poderia ter escolhido fazer tal prova em espanhol, mas estudei pelo livro em ingles, estou nos Estados Unidos para aprender ingles, as policiais patriotas nao conseguiram conter seus sorrisos felizes porque eu pedi pra fazer em ingles e eu fiz em ingles. Eram 25 questoes de multipla escolha, com audio (a voz le as perguntas e todas as opcoes para voce) e fotinhas ao lado das questoes para que voce possa visualizar melhor a situacao proposta. Se o seu ingles eh fluente voce soh nao passa se for um imbecil ao cubo, mas nao eh... Estude o livrinho que voce passa.
Acertei 20 das 25 questoes. Voce pode pular as que nao sabe (aconselho isso para que nao se sinta nervoso(a) ao errar logo de cara) e fazer novamente no final do teste. Comecei acertando tudo mas no final errei 05 - a ultima questao era vida ou morte: ou eu acertava e passava ou eu errava e rodava... Acertei!
Segunda parte:
Teste de visao e dos sinais de transito: Ridiculo. A policial manda voce ler 01 linha e descrever as letras e depois te pergunta os sinais de transito - que eu descrevi com todo esse ingles tosco e ela falou: You're done, man!
Terceira parte:
Prova pratica. Ui. Prezados leitores, eu sou pezinho de chumbo. Os meus amigos mais proximos sabem que eu tenho PANICO de comandar um carro e que os meus melhores amigos no RJ sao os taxistas do Largo do Machado. Eu tenho medos bizzarros tipo ser atacada por animais silvestres, por caminhoes insanos que entram na minha frente do nada e que tem como missao na Terra destruir o carro, tenho medo de atropelar criancas que aparecem na estrada brotando do chao e tenho medo que o asfalto se transforme num monstro que solta fogo pela boca e engole o carro. Esses pensamentos sordidos habitam minha mente enquanto estou dirigindo, de verdade. Mas voltando ao meu teste. As meninas geralmente dizem que os policiais sao uns grossos ignorantes. Pois a policial que me testou teve o corpo tomado pelo Espirito Santo naquele momento. Serio. Ela foi nao soh gentil e simpatica como carinhosa com a minha humilde e amedrontada pessoa. Gente, eu errei MUITA coisa. MUITA. Pra voces terem uma ideia, no final eu estacionei o carro ERRADO, todo torto. Sabem o que ela falou? "Voce precisa estacionar o carro certo, entao tira o carro dessa vaga e vamos procurar outra!". Parei o carro em outra vaga jah pensando que ela diria algo como "Treina mais um pouco e volta ai na semana que vem, ta?". Mas nao. Milagrosamente ela apontou uns tres erros cometidos e falou que oi? EU PASSEI!!!!
Voltei pra casa dando gritinhos de alegria no carro junto com a minha host.

Regresso

Galera bonita do meu universo,
O blog tava de ferias desde que fui a Chicago, mas regressou na forca.
Aquele abraco