quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Medo do que?

Quer me irritar? Entao diga que "acha o maximo eu ser au pair e que soh nao faz o mesmo porque nao tem condicoes de largar tudo".
O maximo que voce vai conseguir com essa frase eh fazer com que eu conclua que voce eh imbecil. Porque voce nao fala que NAO QUER? O que tem de errado nisso, meu Deus? Ou porque voce nao se resume a ficar em silencio, ou a justificar de forma decorosa a sua opcao? Voce pode citar por exemplo: "Poxa, eu adoraria ter uma experiencia fora do Brasil, mas se sair do estagio na Ambev agora, onde estou prestes a ser contratado(a) para a assessoria da presidencia, nao vai se muito interessante para a minha carreira", OU "Poxa, ja estou VELHO(A) para fazer intercambio e alem do mais ja conheco o mundo inteiro", OU "Sofro de dependencia emocional cronica e tenho baixa auto estima como agravante, entao nao posso ficar um ano longe do meu namorado(a), pois tenho medo que ele(a) arrume outra pessoa e eu nunca mais consiga alguem".
Gente, o que uma pessoa com idade para ser au pair ou fazer qualquer outro intercambio, que nao tem filhos nem casamento, tem pra largar? Faculdade? Carreira? Ah, me poupe. Ja ouviu falar que faculdade pode ser trancada e e depois retomada normalmente? Que tem gente que recomeca a carreira aos 40 anos (sem ter morado fora do Brasil) porque parou de trabalhar aos 21 para criar os filhos? E que ainda assim consegue exito?
Entao NADA, leia outra vez, NADA do que voce diga vai me convencer de que passar 1 ou 2 anos em outro pais aprendendo outro idioma e outra cultura vai ser prejuducial a alguem de vinte e poucos anos. Sinto muito, mas comigo por favor, nao meta essa.
Aproveita e segue eu no twitter @babufs