segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Divulgação - Berenice, Segura!

Gente, gente, gente, gente,
Comentei alguns dias atrás que estava elaborando novos blogs...
Um deles esta liberado para a leitura, finalmente.
O objetivo dele? Trata-se daquele momento do dia em que você vai entrar lá pra rir da cara dos outros, comentar com o seu colega do lado e tocar a vida pra frente. A ideia não é ofender ninguém, revolucionar a mente de ninguém, mas divertir a galera.

O nome do Blog é Berenice, Segura! Quer ler? Clica aqui.
 
* No Berenice, Segura! eu compartilho a autoria com a genial bibliotecária e escritora Clarissa Padovani, e com a sensacional Carolina Temponi, psicóloga e também au pair conhecida pelos maravilhosos posts em seu blog.
** Jamais abandonarei esse blog aqui. 

Sigam eu no twitter @babufs

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Perguntas Para as Host Families


Prometi esse post milênios atras, acabei esquecendo. Então uma leitora queridíssima delicadamente cobrou perguntando qual era o mês onde eu tinha postado, porque ela finalmente estava com o perfil online e as famílias poderiam telefonar a qualquer momento...Aproveitando a ocasião vamos todos dar um oi pra Déborah e desejar que Deus abençoe a escolha dos seus futuros hosts.
Agora vamos ao que interessa:
Todas as perguntas que fiz foram baseadas no roteiro que peguei no genial Manual da Au Pair Prática.

Primeiro contato com as Famílias
No caso das agências  a Au Pair recebe um senha para se logar no site e verificar se há alguma família com seu dossiê. A família tende a entrar em contato com a menina por e-mail, avisando que vai ligar e perguntando o melhor horário. Ou liga direto. A Au Pair deve estar sempre atenta às informações do site para saber de ante-mão o nome da família, a quantidade de filhos, suas idades, o local e hobbies.
Algumas famílias disponibilizam mais informações pessoais, outras menos. É normal.
Em algumas agências, o/a Au Pair sempre sabe que alguém está com seu dossiê, mas não tem detalhes sobre a família. Utilize as perguntas simples para começar o contato, como "nome, profissão, kids, nomes, idades e horário da escola." Ajuda a quebrar o gelo e como são perguntas simples, você não ficará tão nervoso/a.

Os primeiros e-mails tendem a ser lights : perguntas sobre o que gosta de fazer no tempo livre, o que gosta de comer, como é sua vida aqui, se gosta de animais e porque gostaria de ser uma Au Pair.

Lembre: é uma mãe/um pai que está perguntando: responda como babá. Suas atividades de tempo livre não podem ser "ficar na frente da TV" ou "namorando". Deve ser "ir a parques, brincar, sair com amigos, cinema de vez em quando, ficar com as crianças que você já cuidou e/ou cuida, cozinhar, museus, bibliotecas..." por mais que você nunca tenha pisado em uma.
Diga sempre que você adora crianças, diga como você se diverte com elas.
Logo virá o primeiro telefonema.

Faça perguntas REFERENTE ÀS CRIANÇAS E À VIDA DA FAMÍLIA , do que elas gostam de fazer, de comer, onde gostam de ir. O que tem de diferente e legal no local onde eles moram. Pergunte sobre o trabalho dos pais, se eles gostam, se trabalham dentro de casa ou fora todos os dias, quais os horários.

Queira saber o quanto antes sobre os horários. Você pode descobrir que terá que trabalhar todos os dias até as 10 da noite e terá as manhas livres. Veja se é do seu gosto.
Não aceite nada que não concorde, faça exigências, negocie, ou você não será feliz . Mas pondere. Talvez você não tenha um celular, mas tenha um carro que seja só seu. Ou talvez tenha que dividir o carro com os pais, mas tenha todos os fins de semana livres. Seja flexível. Não espere família perfeita porque não existe. Assim como não existe au pair perfeito.
Perguntas sobre como será sua vida, tempo livre, curfew, regalias, telefone, internet, televisão, etc... se não forem respondidas ESPONTANEAMENTE pela família no primeiro contato, deixe para o segundo ou terceiro contato.
atenção: Espere a família ter GENUÍNO INTERESSE por você, até mesmo dizer que quer fechar com você para fazer as perguntas sobre regalias. Aí você pode dizer: "olha, nunca estive tão perto de fechar com alguma família e nunca estive tão animada e interessada. Para oficializar, gostaria de saber as seguintes coisas: (aí voce pergunta de TV, carro, curfew, amigos, tempo livre, etc...). TERMINE DIZENDO: "não há resposta certa ou errada, é somente para eu saber como será minha vida no dia-a-dia." Isso não é totalmente verdade... se as respostas não te agradarem, você ainda terá tempo de não fechar com a família, mas pelo menos você não vai ter jogado fora uma família boa por bobagem (quer dizer, sem saber os outros aspectos primeiro) e não vai queimar tanto o seu filme. Queimar você vai, um pouquinho, mas depois de decidir que já não queria essa família.
Se a família decidir no primeiro telefonema que quer fechar com você, aí sim: NÃO ESPERE E NÃO DESLIGUE SEM TIRAR TODAS AS SUAS DÚVIDAS.

PERGUNTAS

ABOUT THE CHILDREN:


1. How many children are there?

2. What are their names?

3. How old are they?

4. What do they like to do?

5. What are they favorite games and toys?

6. Are they in the school? How far is the school?

7. How they go to school, by bus? Am I gonna be supposed to take them to school by car?

8. Se a criança for bebê: Is she/he walking and talking yet?

9. Are they energetic or calm kids?

10. What do they like to do in their free time?

11. What do they usually eat? (for breakfast and lunch)

12. Am I be supposed to make dinner?

13. Is there any kind of food that you don't eat?

14. Have the kids suffer from any kind of allergies?

ABOUT THE AU PAIR'S DUTIES:

15. Will I be responsible for any household duties? If so, which ones?

16. What will be my responsibilities with each kid?

17. What will my schedule be like?

18. When I'll have free time?

19. Will I have access to internet and computer?

20. Can I receive and make phone calls in your house?

21. Will I have time to study? What time? Can I study when the children are in the school?

22. Are there any English Schools near your house?

23. What time can I get home during the week and on the weekends?

ABOUT THE CAR:

Acho agressivo perguntar sobre o carro. Melhor perguntar antes se perto da casa da pessoa existe acesso a transportes publicos. Caso role carro, na hora ela vai dizer. Mas continuando...
24. Will I have permission to use the car? How often? How far?

25. Is a state driver's license required?

26. Are there only certain times when I can use the car?

27. Can I use the car in my free time?

28. Will I have to pay for the gas when I use the car?

ABOUT THE PARENTS:

29. What is your names? How old are you?

30. Do they both parents work?

31. Where do you work and what do you do?

32. Do you like your job?

33. Do you have any religion?

34. Why are you interested in getting an au Pair?

35. Have you ever had an au pair before? Is she living with you yet?

36. Would you mind if I ask you to talk to her or send her an e-mail?

37. What are your hobbies?

38. Do family members or relatives live nearby?

39. What qualities do you find important in an au Pair? What are you expecting from me?

40. What are the house's rules?

41. What are the family activities on the weekends?


ABOUT THEIR HOME:

42. Where do you live? In which state?

43. Is it a small town?

44. Is it near a big city? Which one?

45. Is it too cold in the city? Snow there?

46. Do you live in house or apartment?

47. Do you have pets?

48. Do you have a housekeeper?

49. What about the au pair's bedroom, what part of the house is the bedroom located?

50. Will I have a private room, bathroom? Will I have TV in my room?

51. Are there other families with children nearby?

52. Are there any other au pairs in the area?

53. What things are there to do with the children?

PERGUNTAS PARA ATUAL AU PAIR (se houver):

54. What do you think about the family? And the kids?

55. Are they nice with you?

56. Do they pay you weekly or per month?

57. Do you do extra work? I mean, if you work for other people, take care of their kids or clean the garden from neighborhood?

58. Do you do any course? If so, are the courses near from the house?

59. How are the kids and the family in your opinion?

60. Is there any cool near place to go there?

61. What do you most like to do in your free time?

62. What do you think they would like to receive as a gift?

DICAS

Sorry, I don't understand. Can you repeat please?

Can you speak slowly please?

Remember: the family's name and the date they would like you to fly to the United States

Depois que tiver família: Would you like me to take something from Brazil for you? What kind of things? Anything special?

Qualquer tipo de questionamentos, perguntem no email brunnahf@gmail.com
Sigam-me no twitter @babufs

Apoio Moral

Jamais reclame das suas crianças, poderia ser beeeem pior.
Sempre que você ficar triste com a sua host family por qualquer motivo, clique aqui e dê graças a Deus pelos pequenos que tem.
Aproveitem e sigam eu no twitter @babufs

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Tudo Ladrão


Sei que deu a maior zica.
Minha host entrou no meu quarto sexta-feira a noite enquanto eu fazia as malas para viajarmos e perguntou: Você recebeu alguma visita aqui em casa de ontem pra hoje?
Claro que não! Por que?
Porque roubaram 1.000 dólares das nossas coisas, o dinheiro da comida da nossa viagem...só pode ter sido o pessoal do serviço de limpeza! Vamos chamar a polícia!


Chega o policial, interroga todo mundo e vai embora.
Agora como fica você, au pair-estrangeira-latina-de-merda numa hora dessas??? Como fica você, sua brasileira, oriunda de país de bandidos???

Você fica mal.

Por mais óbvio que não tenha sido você, seu coração bate forte pela desconfiança, pela situação desagradável de precisar dar um depoimento em um idioma que não domina, por estar numa casa que não é a sua e que sumiu algo de valor. Por mais que minha host tenha afirmado que não me considera uma estranha e tenha demonstrado que nunca desconfiou de mim, logico que lá no fundinho pensou na possibilidade...

Como quem não deve não teme, pedi a Deus que o culpado aparecesse e ontem minha host contou que o investigador telefonou informando que foi uma moça do serviço de limpeza chamada Jenny. Vaca.
Agora chegou a parte que interessa a você, querido(a) leitor(a) intercambista. Dicas da titia para que nem a polícia nem seus hosts desconfiem da sua honesta pessoa quando uma situação desagradável dessas ocorrer:

1-Você pode se rasgar de curiosidade, mas JAMAIS, leia outra vez, JAMAIS toque em nada além do que é seu ou relacionado ao seu trabalho. Somente entre no quarto dos adultos ou toque em objetos não relacionados ao dia-a-dia da casa caso seja expressamente autorizado(a) /convidado(a) pelo dono. Evite pôr a mão em jóias, envelopes, cofres ou qualquer coisa que possa demonstrar ter o mínimo valor. Essa é a maneira mais fácil das suas digitais não aparecerem em nada e você não ter que explicar pra polícia que só tocou naquela jóia roubada porque queria se olhar com ela no espelho e nada mais.
O policial só verificou que não fui eu quem pegou a porra do dinheiro porque minhas digitais não estavam impressas no envelope de onde a quantia estava guardada. Agora imagina se eu tivesse dado uma de curiosinha e tivesse ido fuxicar gaveta da casa e mexido no envelope onde estava esse dinheiro? Não gosto nem de pensar.

2-Caso na sua host house tenha serviço de limpeza realizado por equipe que vai na casa uma vez por semana, preste atenção nas pessoas. Aqui nos Estados Unidos é comum a faxina funcionar da seguinte forma: um grupo de uns 03 funcionários vai no local, realiza o serviço e vai embora. A rotatividade de pessoas que executa esse trabalho é grande; é comum cada semana ter um estranho diferente limpando a casa. Por isso, evite dar assunto e informações sobre a rotina da família, mas seja educado(a) e quando possível fique de olho. Preste atenção nas pessoas - comportamento e características físicas como por exemplo cabelo liso ou ruim, claro ou escuro, se usa óculos, se é gordo ou magro, cor da pele...

3-No depoimento ao policial, não se emocione nem sinta-se ofendidozinho(a) com qualquer pergunta. Seja solícito e disposto a ajudar. Tenha educação - o cara esta apenas fazendo o trabalho dele. Demonstre que tem maturidade e equilíbrio. Fale pra fora, olhe no rosto dele, sente-se em posições que demonstrem que você esta a vontade. Fique tranquilo(a), a verdade sempre vence. Essas pessoas são treinadas para detectar mentiras ou apenas nervosismo, então manter a serenidade e ser natural é tudo.


4-Depois que tudo acabar, tire sarro da situação e conte pra galera como foi.

Aquele abraço e não esqueçam que vocês, leitores, são o tempero da minha comida, a escada da minha subida, o Noel Rosa da minha Vila Isabel.
Me consolem seguindo eu no twitter @babufs